top of page

Nota de R$ 200 faz 2 anos, pouca gente viu, e hoje 'vale' só R$ 161.


Reportagem de Weudson Ribeiro


A nota de R$ 200 completa dois anos no dia 2 de setembro. Com ares de raridade, só uma a cada quatro cédulas existentes nesse valor circulam atualmente no mercado. Em outra frente, a inflação corroeu 19,6% do poder de compra da estampa do lobo-guará, que hoje vale só R$ 161. Especialistas consultados pelo UOL apontam que o sumiço da nota de R$ 200 ocorre porque cada vez mais pessoas armazenam grandes quantidades da cédula em casa. A prática, chamada de "entesouramento", não é ilícita, mas pode facilitar crimes como evasão fiscal e lavagem de dinheiro. Outra hipótese é que a popularidade do Pix tenha levado menos consumidores a usarem dinheiro em espécie.


A cédula foi criada pelo BC (Banco Central) no primeiro ano da pandemia de covid-19 para evitar eventual desabastecimento de papel-moeda entre a população. Alvo de memes desde o seu lançamento, a estampa com o lobo-guará havia sido aprovada nos anos 2000 e estava guardada para ser usada caso surgisse a necessidade de criação de uma nova cédula. Esse momento chegou com o pagamento do Auxílio Emergencial de R$ 600 em 2020, medida de alívio à pobreza coordenada pelo Ministério da Cidadania em parceria com a Caixa Econômica Federal. "Então, no lugar de distribuir seis notas de R$ 100, a Caixa pagaria o benefício com três de R$ 200. Nisso, houve um benefício logístico", explica Carla Beni, economista e professora da FGV (Fundação Getúlio Vargas).


Para acessar a matéria na íntegra, acesse o link abaixo:

https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2022/09/02/o-que-aconteceu-com-a-nota-de-r-200-apos-2-anos-cedula-sumiu-do-mercado.htm

Comments


bottom of page